O Sindicato

CONHEÇA MAIS SOBRE O SINDICATO:

Nossa Historia.

Nascido em novembro de 1931, há exato um ano da criação do Ministério do Trabalho indústria e comercio criado no Brasil Por Getulio Vargas, e reconhecido por esse ministério somente em 1942, Sendo o vigésimo terceiro Sindicato reconhecido oficialmente em todo o Brasil.

Entidade sem fins lucrativos, o Sindicato dos Trabalhadores no comercio armazenador, (como era chamado no principio), pertencia ao terceiro grupo de trabalhadores no comercio armazenador.

Foi fundado por iniciativa dos próprios trabalhadores que atuavam na área portuária às margens do Rio cachoeira, no trecho entre o mercado público e o morro do ouro, próximo onde hoje é a ponte do Trabalhador, para atender às necessidades desses mesmos Trabalhadores e de sua organização em Sindicato.

19274935 1903723793225703 2481303124438079573 n



Havia um atracadouro às margens do rio no final da rua padre kolb, antiga Rua Dom Pedro Segundo, onde atracavam embarcações de maior porte, para o carregamento de madeira, vinda por transporte ferroviário até a área portuária, todas em toras enormes que após desembarcadas dos vagões eram cerradas nas varias serrarias existentes em quase toda a área onde hoje é o bairro Bucarein, e armazenadas em forma de grades para a devida secagem, e posterior carregamento nas barcaças que transportavam até o porto de São Francisco do Sul, e embarcadas em navios que levavam a madeira a quase todos os lugares do mundo.

O segundo atracadouro ficava ao longo da margem do rio entre o mercado público e o antigo moinho, hoje desativado, onde atracavam embarcações de menor envergadura, como pesqueiros, canoas , veleiros, de pequeno porte, barcos que traziam paralelepípedos, para a prefeitura de Joinville, oriundos das pedreiras que funcionavam uma na ilha grande e outra na localidade de frias, do outro lado da Bahia da babitônga, e barcos que traziam mercadorias manufaturadas, e levavam na sua volta a erva mate vinda do planalto norte, transportadas em carroções pela antiga estrada dona Francisca, que começa no centro de Joinville e vai até Campo Alegre, portanto uma das maiores ruas urbanas do Brasil.
18527638 1415860381805197 8910872549241736207 n


As atividades desses Trabalhadores concentravam-se exclusivamente nessas áreas e antes da organização do Sindicato os trabalhadores reuniam-se quase no final, da Rua Padre Kolb, (antiga dom Pedro segundo) embaixo de uma grande cerejeira existente ali, para realizar o rodízio dos trabalhadores a serem enviados a todos essas empresas tomadoras de serviços diariamente.
Com o advento do golpe militar de 1964. o Sindicato obrigatoriamente passou a denominar-se Sindicato dos Arrumadores de Joinville, e passou a ser controlado e fiscalizado pelos órgãos militares, tendo inclusive sido nomeado o escritório de contabilidade, pelo exército para realizar a escrituração contábil da entidade.

O Sindicato dos Arrumadores de Joinville desenvolveu suas atividades na área portuária de Joinville até o ano de 1976, quando o porto de Joinville encerrou suas atividades, acarretando também o encerramento da atividade madeireira, ficando as atividades dos Arrumadores restritas ao então Moinho Rio grandense,(SAMRIG) que viria posteriormente chamar-se Moinho Santista, Fundição Tupy, com as descargas de cóque (carvão mineral) vindos através do porto de são Francisco do sul, importados de outros países, e também da região mineira das Minas Gerais, e o transbordo de açúcar demerara, vindo do interior de São Paulo via ferroviária, que daqui eram enviados através de caminhões para os portos de São Francisco do Sul, Itajaí e também para a refinadora que funcionava em são João Batista, no sul do Estado de Santa Catarina.

Essas atividades foram também encerradas na segunda metade da década de 1990, o que obrigou o Sindicato a buscar alternativas nas Empresas de Transportes Terrestres, estas, fora da área portuária e em áreas cada vez mais distantes de sua Sede à Rua Padre Kolb, no Bucarein.

No ano de 1988, já com o fim do Regime Militar, e a promulgação da Constituição Federal no mesmo ano foi criada pelo congresso nacional a categoria diferenciada de Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral, através da portaria 3.204E em 1993, houve a segunda alteração de denominação e representatividade no Sindicato quando agregamos a referida categoria aos Arrumadores, passando então a denominar-se Sindicato dos Arrumadores e Movimentadores de Mercadorias em Geral de Joinville.

A categoria de Movimentadores de Mercadorias em Geral, só foi consolidada no mês de agosto do ano de 2009, com a aprovação da Lei 12.023, que criou em definitivo a categoria, fortalecendo as prerrogativas do Sindicato de Reivindicar e Representar o Trabalhador profissional da Movimentação de Mercadorias em Geral, além de continuar a exercer a intermediação da mão de obra dos Trabalhadores Avulsos. Em Novembro do ano de 2015, houve a ultima alteração estatutária, que estendeu novas bases em toda a região norte de Santa Catarina, passando a denominar-se Sindicato dos Arrumadores e Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Joinville e Região.

1d5c5d5f 1533 49b8 9a17 eb4131b95507

Mauro dos Santos – Presidente Junho/2017

Browse top selling WordPress Themes & Templates on ThemeForest. This list updates every week with the top selling and best WordPress Themes www.bigtheme.net/wordpress/themeforest